domingo, 26 de julho de 2015

Lenda os portões do inferno1


Acredita-se, que ao redor do mundo existam 6 portões para o inferno, são os locais em que as antigas civilizações acreditavam ser a entrada para o submundo, o mundo dos mortos. Entre elas estão o Vulcão Masaya ,  a Caverna Xibalba, a Caverna de Hade, o Vulcão Hekla, o Purgatório de São Patrício e o Vulcão ErtaAle.

PRIMEIRA PORTA: América Central – Nicarágua.
Na Nicarágua, existe um Vulcão cujo nome é Masaya “La bueca Del diablo”. O vulcão expele um gás tóxico com um cheiro parecido com o de enxofre, os nativos locais acreditavam que lá era um portal para o Inferno, dessa forma, realizavam vários sacrifícios como meio de acalmá-lo. Com base na bíblia, mais precisamente em Apocalipse, que é descrito “o portão do inferno é um abismo sem fim em chamas cuja fumaça escondia o sol”, alguns católicos que visitaram o local, acreditaram definitivamente que ali era realmente a entrada para o inferno, desde então existe uma cruz na entrada do vulcão.




SEGUNDA PORTA: América Central – México
A 600 km do já mencionado vulcão Masaya, existe uma caverna onde os Maias acreditavam ser o Xibalba, o mundo espiritual, o mundo dos mortos. Lá, como no Masaya, também ocorreram vários sacrifícios humanos. A ilustração do Xibalba foi desenhada pelos maias, que indica cada fase da caverna, mostrando como seria a travessia necessária para chegar ao inferno.




TERCEIRA PORTA: Europa – Grécia
No sul da Grécia existe uma caverna, na costa de um rio, em que acredita-se ser a passagem para o Hades(o próprio inferno), lá dentro existem vários rios que seguem até o final da caverna, que não se conhece bem. Segundo a mitologia, sua passagem seria feita pelo barqueiro Caronte, cujo pagamento era feito com moedas, que eram colocadas pelos gregos na boca do falecido. O guardião do Hades é o Cérbero, um cão monstruoso de três cabeças e cauda em forma de serpente, que permite a entrada de todos, mas não a saída.



QUARTA PORTA: Europa – Islândia
Na Islândia existe um vulcão, o Heckla, que seria outra passagem para o Inferno. Na época Medieval houve uma imensa e desastrosa erupção do Heckla, o que levou a crença dos antigos que o inferno havia subido à terra e os demônios viriam para aterrorizar e gerar o caos.



QUINTA PORTA: Europa – Islândia
Novamente na Islândia, existe que a crença que há outra passagem para o inferno, mais precisamente na Basílica de São Patrício. Ele é considerado um portão para o inferno, pois, segundo a lenda, São Patrício teve visões nesse lugar quando tentava converter os pagãos. Como São Patrício precisava de uma prova para dar aos pagãos, ele então falou com Deus. Deus indicou o local de uma caverna, quando São Patrício chegou ao local, um buraco se abriu para o submundo, e ele pode ver assim, o inferno com os próprios olhos.



SEXTA PORTA: África – Etiópia
Na Etiópia existe o Erta Ale, um vulcão que nunca dorme. Dizem que esse vulcão é o portão que leva diretamente ao coração do Inferno.