domingo, 5 de julho de 2015

Lenda os ciganos do rock




CIGANOS DO ROCK
Há algum tempo escrevi um texto chamado: A Influência da Cultura Cigana no Rock, onde falo que este gênero musical surgiu com a mistura do Blues dos escravos negros, do Jazz mestiço, do Country regional e da música cigana. Lá também explico que a tradição dos ciganos influenciou bastante neste gênero musical, começando pelos instrumentos: violão espanhol, castanholas, pandeiros ao estilo medieval, violinos artesanais e vozes cheias de refrão. As roupas e os acessórios ciganos também serviram de inspiração aos roqueiros. Exemplos: eles usam lenços, bandanas, brincos de argola, barbas e cabelos compridos semelhantes aos dos ciganos. O lenço significa devoção ao criador, a bandana significa respeito ao terceiro olho que é a intuição e os brincos significam a materialização dos sons. O mais interessante é que segundo alguns místicos, cada instrumento musical utilizado no Rock tem um cigano protetor que sempre vem carregado com histórias significativas, leremos algumas abaixo: Cigano Almehd – Protetor do Violão: Este músico foi um beduíno do deserto que amava o por-do-sol e era apaixonado pela Lua e pelas estrelas. Reza a lenda que Almehd tinha as mãos muito grandes, que impediam este músico de tocar o alaúde. Por isto, numa noite ele sonhou com uma tartaruga, um boi e um carneiro que mostraram um alaúde gigante e pediram para que o rapaz fizesse um instrumento utilizando o corpo deles. No dia seguinte, o cigano obedeceu a sua intuição, e, assim surgiu o violão cigano. Almehd protege e inspira os músicos que invocam a sua presença.

Cigano Rubens – Protetor da Guitarra Elétrica: Reza a lenda que em 1923, o Cigano Rubens estava batendo de porta em porta para pedir donativos ao seu acampamento. Então, o moço bateu na porta de um engenheiro acústico chamado Lloyd Loar que lhe deu uma caixa. Ao chegar ao acampamento, o rapaz abriu a embalagem e viu uma espécie de violão, muito fino, com tomada. Diz o mito que o cientista ofereceu o rascunho da primeira guitarra elétrica a este cigano.

Cigano Jonas – Protetor do Contrabaixo: Em 1939, este músico tocava um instrumento espanhol chamado vihuela. Uma certa noite, ele sonhou que este instrumento chamou-lhe para conversar e disse-lhe: - Fugirei com o violão, mas no meu lugar você verá outra surpresa. No dia seguinte, Jonas viu que no lugar da sua vijuela havia um contrabaixo elétrico.

Cigano Diego – Protetor das Castanholas e Pandeiros: ele toca castanholas e pandeiros. A tradição diz que quando estes instrumentos são utilizados em uma canção de Rock, energias positivas se espalham pelo ar. Pois o pandeiro limpa o ambiente e as castanholas invocam as boas vibrações dos antepassados.

Cigano Jamirez – Protetor do Cajón e Bateria : este músico consegue tocar cajón e bateria. Ele gostava de confeccionar bumbos com troncos de árvores e peles de animais.
Reza a lenda que quando o cigano Jamirez visitou o Peru, viu os escravos tocando em caixas de uma madeira muito frágil. Por isto, ele cortou uma árvore forte, confeccionou caixas reforçadas e presenteou os escravos. Além de ensiná-los a sapatear utilizando um instrumento destes.
Outro relato diz em 1932, roubaram os tambores, antes de uma festa, num acampamento cigano. Então Jamirez caminhou pela cidade em busca de outros instrumentos. Mas, no meio do caminho, encontrou diversas latas de lixo abandonas num beco. Desta maneira, ele pegou estes objetos, levou até o evento e os transformou em instrumentos de percussão. Deste jeito, a festa ficou animada.