domingo, 5 de julho de 2015

Lenda da casa tenebrosa




A CASA TENEBROSA
Em um dia chuvoso fui viajar com meus pais e mais dois irmãos para Minas Gerais, para uma casa abandonada e bem antiga. Chegando lá já era tarde da noite, todos nós fomos dormir. Na madrugada, eu acordei com vontade de ir ao banheiro, quando eu entrei no banheiro o banheiro parecia ser a parte ainda salva da casa quando eu ia voltando para o meu quarto, eu vi algo no espelho e achei melhor ver o que era, mais quando eu fui ver não havia nada , eu com um pouco de medo preferi ir deitar. No dia seguinte contei aos meus irmãos , eles disseram que a noite iriam ver se é verdade. Na noite fomos ver e não tinha nada e eles começaram a brincar , o meu irmão mais velho foi para perto de uma porta e do nada algo puxou ele , eu e meu irmão mais novo corremos chorando e com muito medo fomos dormir. Na manhã seguinte meus pais começaram a busca pelo meu irmão mas eu e o meu irmão mais novo , preferimos não contar nada , e na madrugada desse mesmo dia fomos a procura do eu irmão em um matagal bem perto dali , vimos nosso irmão em uma árvore amarrado , conseguimos o salvar , eu perguntei se ele estava bem e ele disse que sim.
Ao entrarmos em casa percebemos que nossos Pais não estavam lá, fomos a procura mais não os encontramos. No dia seguinte encontrei meus Pais no Porão, achei estranho mais resolvi não perguntar nada. Na madrugada fui na Cozinha tomar um gole d'água então vi um vulto passar por trás de mim e com bastante medo fui me deitar, meus Pais foram ver um filme , eles perceberam que tinha algo errado nesta casa, escutaram ruídos e vozes estranhas vindas do Banheiro, foram ver oque tinha lá e viram que tinha algo escrito no espelho dizendo que era para todos nós sairmos daquela Casa mais ele não levaram a sério. Na manhã seguinte eu e meus irmãos fomos até o Porão e nos deparamos com um vulto, e logo assim ficamos arrepiados e com medo, mais não saímos dali e encontramos uma lápide dizendo: Maria das Dores, 13/08/1920, 19/04/1993 e assim descobrimos que era esse o problema daquela casa. Mostramos ao nossos Pais e eles dessa vez acreditaram em nós e decidiram se mudar no dia seguinte. A noite fui ao Banheiro e vi uma mulher sentada no sofá da sala quando fui perguntar oque ela fazia ali, ela me olhou com uma cara assustadora dizendo que se não saíssemos dali ela nos mataria igual ela foi morta, então ela desapareceu igual fumaça. Na manhã do outro dia arrumamos as malas e fomos para outra casa que meus Pais arrumaram, muito tranquila comparada a outra. Dois anos depois descobrimos que aquela senhora que viveu naquela casa sempre foi uma pessoa mal e tratava todos com um mal humor e também descobrimos que ela foi morta estrangulada por um vizinho que morava ali perto, e até hoje nós estamos morando na outra casa.