sexta-feira, 1 de maio de 2015

Lenda de Carl Pruitt


                                                                Carl Pruitt

Lenda de Carl Pruitt.

Em junho de 1938 o norte-americano Carl Pruitt descobriu que sua mulher estava tendo uma relação extraconjugal. Como? Encontrando-a com o amante em sua própria cama. Completamente furioso, ele estrangulou a mulher com a ajuda de uma corrente. O amante acabou fugindo. Depois de perceber o que havia feito, ficou mais desesperado ainda e se matou. O casal foi enterrado em cemitérios diferentes.

De repente, moradores da cidade começaram a dizer que a lápide de Carl parecia estar presa em uma corrente. Pouco tempo depois, as primeiras vítimas do fantasma de Carl começaram a aparecer, sendo que a primeira delas foi um garoto que atirou pedras à lápide. Quando voltava para casa, o menino perdeu o controle de sua bicicleta e acabou caindo. A correia da bicicleta serviu para estrangular o garoto.

Uma semana após o ocorrido, a mãe do menino, com a ajuda de um machado, destruiu a lápide e, no mesmo dia, enquanto já estava em casa e estendia roupas, a corda do varal simplesmente arrebentou e a estrangulou. Quando a polícia foi ao cemitério, encontrou a lápide ilesa.

Outras três pessoas que tentaram acabar com a lápide de Carl foram mortas estranguladas. Depois disso, ninguém mais ousou se aproximar do local. Aos poucos, os corpos enterrados nas sepulturas próximas foram removidos e, nos anos de 1950, a sepultura de Carl foi completamente destruída. Não há relatos de mortes ligadas a ele desde então.