sexta-feira, 24 de abril de 2015

Lenda fonte da juventude


Lenda fonte da juventude

Até onde se sabe, é uma lenda greco-romana que foi apropriada pelo Renascimento europeu no século 16. Na mitologia, a fonte da juventude é um rio que saía do Monte Olimpo e passava pela Terra. Como vinha de deuses, seria capaz de dar a imortalidade a quem bebesse de sua água. Outras civilizações também mencionaram águas milagrosas. Registros iondus de 700 a.C. citavam um "poço da juventude". Até mesmo Alexandre, o Grande, teria buscado o rio da imortalidade, impulsionado por um conto hebraico. Na Idade Média, várias viagens de exploração foram patrocinadas por cortes reais. O famoso Ponce de León, teria, inclusive, encontrado a fonte na Flórida, nos EUA, embora nada seja comprovado.
Caçador de mitos

Em busca da fonte, Ponce de León descobriu, sem querer, a Flórida

Em 1493, Ponce sai da Espanha rumo à América, acompanhando Cristóvão Colombo em sua segunda expedição - financiada pelos reis Fernando e Isabel. Desembarca na ilha de Hispaniola (atual ilha de São Domingos), colonizando o território.




Com o objetivo de explorar novas terras, Ponce de León chega a Porto Rico, onde é nomeado governador, em 1508. Por meio dos nativos, teria descoberto a existência de uma fonte da juventude, que ficaria ao norte de Cuba, em uma ilha chamada Bimini

Em 1513, sai em busca das águas rejuvenescedoras. Como a lenda dizia que a fonte ficava em um ambiente paradisíaco (onde também estaria o jardim do Éden), qualquer ilha tropical era digna de ser investigada

No domingo de Páscoa do mesmo ano, Ponce de León chega a uma costa, que nomeia de "La Florida" - que significa "A Florida". Durante a expedição, é ferido gravemente por índios, sendo levado a Cuba, onde não resiste e morre

Muitos acreditam que o explorador tenha encontrado a fonte na Flórida - região rica em águas minerais. Em sua homenagem, foi criado o Parque Nacional da Fonte da Juventude, em Saint Augustine - cidade situada na primeira costa a ser colonizada por europeus.