sábado, 16 de março de 2013

Lenda o boneco Fofão


Essa história me contaram na escola e juram que é verdade. Tinha um menino que queria muito ter o boneco do fofão, seu pai como era muito religioso foi perguntar ao padre se poderia comprar esse boneco para o seu filho, o padre falou que não podia comprar esse boneco pois caso ao contrário faria muito mal para sua família. O menino sabendo disso ficou muito triste, passou dias sem comer, sem tomar banho, só ficava em seu quarto. Quando já estava quase morrendo, o seu pai chegou no padre e falou “Me desculpe padre, mas eu vou ter que comprar esse boneco pro meu filho, se não ele irá morrer”. O padre entao respondeu “Tudo bem, mas não diga que eu não avisei”. O homem então foi comprar o boneco para o seu filho, o menino ficou tão alegre que começou a tratar o boneco como se fosse gente. Um dia, enquanto o menino estava bincando com o boneco e os pais assistindo televisão, do nada o boneco se levantou e falou pro menino “Vamos brincar de uma brincadeira bem legal?”. O menino alegre respondeu “Vamos!”. O boneco então fala “Então vai lá na cozinha e pega uma faca pra mim”. O menino sorridente, foi lá na cozinha , pegou uma faca e entregou pro boneco. O boneco então esfaqueia todos da casa até o cachorro, e quando vai matar o menino, antes de morrer fala “Fofão, eu te amo!” e morre.”
Um clássico. Diziam por aí que o simpático boneco tinha sido obra de um trabalho de magia negra e quem abrisse sua barriga encontraria uma faca negra. A história tomava contornos de realidade quando, apalpando a barriga você realmente sentia algo pontudo. Para piorar a roupa do Fofão era idêntica a do brinquedo assassino Chucky.